29 de dez de 2012

On 08:39 by JovensADA   Sem comentários















Sorrir num dia ensolarado é muito bom, mas o crente também sorri quando o tempo está nublado. Não há motivos para se desesperar quando estamos unidos com o Senhor Jesus! Ele nos fortalece, e nEle podemos suportar todas as adversidades!

Como podemos ser felizes, sempre?

   Você sabia que, em Filipenses 4.5-7, há conselhos da parte de Deus que podem nos fazer felizes, sempre? O primeiro conselho é: "Sejam amáveis com todos. O Senhor virá logo" (Fp 4.5). Quando temos certeza de que o Senhor Jesus em breve voltará, deixamos de lado o egoísmo, a inveja e as intrigas, passando a tratar o nosso próximo de maneira cordial. E isso, certamente, contribui para a nossa felicidade.
   No versículo seguinte, está escrito: "Não se preocupem com nada, mas em todas as orações peçam a Deus o que vocês precisam e orem sempre com o coração agradecido" (Fp 4.6). Bem, é quase impossível alguém viver sem preocupações mas elas decorrem da maneira como encaramos os problemas e dificuldades.
   Se orarmos sempre, e em nossas orações pedirmos a Deus o que precisamos, Ele cuidará de nós, não havendo motivo para estarmos preocupados e ansiosos (1 Pe 5.7). No entanto, é preciso também termos um coração agradecido (1 Ts 5.17,18). Mesmo em meio a dificuldades, temos motivos de gratidão a Deus. Primeiramente, pela nossa tão grande salvação (Hb 2.3) e por muitas outras bênçãos! Já imaginou o que aconteceria se Deus tirasse o ar da Terra por cinco minutos? Por isso, seja grato ao Senhor, sempre!
   Em Filipenses 4.7, a Palavra de Deus apresenta o resultado de estarmos sempre alegres, amáveis, dependentes do Senhor e gratos a Ele por tudo: "E a paz de Deus, que ninguém consegue entender, guardará o coração e a mente de vocês, pois vocês estão unidos com Cristo Jesus". Neste versículo, a ênfase é a mesma contida nos versículos 4 e 10: estar unido com o Senhor, isto é, ter comunhão com Ele. Esse é o segredo para sermos felizes e vitoriosos, haja o que houver (Gn 39.2,3,21,23).

Receita para a felicidade

   Em Filipenses 4.8,9, há alguns conselhos de Deus para uma vida de felicidade, e vou apresentá-los a você como se eles fossem ingredientes para tornar a sua vida mais saborosa...
   Primeiro, ponha uma grande quantidade de verdade, dignidade e honestidade em sua fôrma (mente): "... encham a mente de vocês com tudo o que é bom e merece elogios, isto é, tudo o que é verdadeiro, digno, correto, puro, agradável e decente" (Fp 4.8). Quem deseja ser feliz sempre, continuamente, precisa ter compromisso com tudo o que é verdadeiro, honesto e justo.
   Em seguida, é preciso acrescentar muita pureza. Este é outro ingrediente que não pode faltar na massa da felicidade. Ninguém pode ser feliz se não procurar ter uma vida de santidade e pureza na presença do Senhor. Por isso, santifique-se a cada dia (Hb 12.14; 1 Ts 5.23).
   Outro componente que não pode faltar à massa da felicidade é a decência (Fp 4.8; 1 Tm 2.9). Mas não se esqueça de misturar bem todos os ingredientes, hein! "Ponham em prática o que vocês receberam e aprenderam de mim, tanto com as minhas palavras como com as minhas ações. E o Deus que nos dá paz estará com vocês" (Fp 4.9).

Posso todas as coisas!

   É comum — em pregações, testemunhos e hinos — a menção da frase bíblica: "Posso todas as coisas naquele que me fortalece" (Fp 4.13). O problema é que muitos empregam esse versículo como um bordão, acrescentando o seguinte: "Eu posso ter um carro, uma casa, um bom emprego". É claro que o Senhor Jesus pode nos dar tudo isso, porém, ao escrever aos filipenses, Paulo tinha em mente outras circunstâncias.
   O texto de Filipenses 4.11-13 apresenta importantes orientações visando à nossa felicidade. Primeiro, o apóstolo Paulo disse: "... aprendi a estar satisfeito com o que tenho" (Fp 4.11). Ninguém nasce sabendo; precisamos ser instruídos desde a infância (Pv 22.6). E a palavra de Deus enfatiza que nós aprendemos a estar satisfeitos com o que temos. Mas não confunda com estar conformado. Satisfação, nesse caso, é o mesmo que contentamento e decorre da nossa união ao Senhor (Sl 16.11; Ne 8.10).
   Paulo explica, no versículo 12, o que significa estar satisfeito e contente: "Sei o que é estar necessitado e sei também o que é ter mais do que é preciso. Aprendi o segredo de me sentir contente em todo lugar e em qualquer situação, quer esteja alimentado ou com fome, quer tenha muito ou tenha pouco" (Fp 4.12). Ele aprendera a se satisfazer com muito e com pouco. Isso significa que devemos estar preparados para sermos prósperos financeiramente ou pobres.
   Não é pecado ser pobre, financeiramente, como muita gente pensa. O que estamos proibidos é de sermos pobres espiritualmente! Afinal, Cristo se fez pobre, dando a sua preciosa vida pela humanidade, a fim de nos tornar ricos (2 Co 8.9). Mas devemos estar alegres, caso haja falta de recursos (Rm 8.35-39), porque o nosso contentamento vem do Senhor. E esse comportamento, como diz a Palavra de Deus, é aprendido. Quem não aprende a ser feliz sempre, na hora da provação murmura contra Deus.
   Finalmente, é preciso aprender a ter muitos recursos. Muitos, por não estarem preparados para ter muito dinheiro e bens, põem o coração nessas coisas (Mt 6.19-21), amam o dinheiro (1 Tm 6.9), tornam-se avarentos (Ef 5.5), sofrendo na vida, pois "... algumas pessoas por quererem tanto ter dinheiro, se desviaram da fé e encheram a sua vida de sofrimentos" (1 Tm 6.10). Por isso, devemos estar unidos a Cristo. NEle e com Ele, podemos todas as coisas!

Fonte: Lições Bíblicas
Por Pedro Henrique (Parceiro - http://fazendo-adiferenca.tumblr.com/)
29/12/2012

0 comentários:

Postar um comentário