17 de abr de 2014

On 01:00 by HERIVELTON MARCULINO   1 comentário
17/4/14


Em discussão do Projeto de Lei 8.035/2010, que estabelece o Plano Nacional da Educação (PNE), que tem a finalidade de dispor sobre as ações relativas à educação através da aprovação de um Plano específico, criou-se um debate acirrado.

Muitos dos que usaram a palavra defendendo a introdução da chamada Ideologia de Gênero nas escolas, atacaram os religiosos que discordam de tal ideologia, qualificando-os como intolerantes.

Ao contestar a introdução da Ideologia de Gênero no projeto defendido pelo movimento ativista homossexual, e exigindo respeito para com os religiosos, o PASTOR EURICO, após colocar seu posicionamento contrário a tal ideologia, principalmente por se tratar de educação em escolas, qualificou-a como a desconstrução da identidade do homem, da mulher e do contexto família tradicional. Sendo assim, foi duramente agredido pelo deputado JEAN WYLLYS, que o chamou de Canalha, Demagogo e Discursador Eleitoreiro.


Muitos dos presentes se revoltaram e partiram em defesa do DEPUTADO PASTOR EURICO, incentivando-o entrar com Representação no Conselho de Ética da Câmara.

O DEPUTADO agradeceu o carinho de todos, mas disse que não iria levar em consideração tais palavras, pois não desceria ao lamaçal desnivelado de um frustrado e carente de misericórdia como o tal deputado.

Finalizou o PASTOR EURICO dizendo que é dever de todos lutar em prol da melhoria da educação no Brasil, sem permitir que grupos de A ou B introduzam ideologias que visam desconstruir o que Deus Construiu.
Assista: https://www.youtube.com/watch?v=N6RiMMk4398
Fonte:Assessoria de Imprensa do Dep.e Pastor Eurico

Um comentário:

  1. Oremos por estes homens que Deus tem levantado para fazer a diferença no meio da podridão!

    ResponderExcluir