24 de dez de 2012

On 03:16 by JovensADA in , ,    1 comentário
Paz queridos...                                                                                                                                    
#Palavra que Edifica
Midiam M. Silva

Paz queridos...
Nas segundas-feiras, como já mencionado por Herivelton, estaremos com o "Palavra que Edifica". Esperamos que a sua vida seja grandemente abençoada. Como essa semana é Natal, quero compartilhar com vocês algo que chamou minha atenção enquanto estudava para a Escola Bíblica.     " Os magos deram a Jesus presentes caros, porque estes eram adequados a um rei. Os estudantes da Bíblia têm visto tais presentes como símbolos da identidade de Cristo e daquilo que Ele realizaria. Com ouro, presenteava-se o rei,o incenso era oferecido a Deus e a mirra era uma especiaria usada para ungir o corpo sepultado." ( Bíblia de Aplicação Pessoal)

 É interessante observarmos que desde o seu nascimento podia-se perceber o que aconteceria com aquEle que seria o nosso Salvador . Os presentes oferecidos por aqueles sábios do Oriente, foram entregues comó expressão da mais pura adoração. Adoraram - no por quem Ele é. Esta é a essência da verdadeira adoração: honrar a Cristo por sua Identidade e por estar disposto a dar-lhe o que tem valor para para cada um de nós.

Creio que para aqueles sábios, o melhor que eles poderiam oferecer a Cristo naquele momento, além de sua completa adoração, eram aqueles presentes.
Assim como fizeram os sábios, entregue para Jesus o que tens de valor. Não é "sua casa", "seu carro" ou qualquer outro pensamento material que você tenha! Entregue a Ele o que você, talvez, tenha entregue pela " metade": SUA VIDA!!!

Entregue-se verdadeiramente para o Senhor, reconheça-o como aquele que veio para te Salvar e expresse a sua adoração por que Ele é Perfeito , Justo e Todo-Poderoso; é o Criador do universo e dígno de receber o melhor de cada um de nós.
Um ótimo Natal...
Fiquem na Paz de Deus... :)
# Palavra que Edifica

Um comentário:

  1. Vemos um verdadeira adoração, não aquela que temos frequentemente visto por aí que quer algo em troca (adoração interesseira).
    "Adorar um Deus-menino? O que ele pode me dar em troca?" - Quem sabe indagariam assim os adoradores hodiernos.

    ResponderExcluir