16 de mar de 2011

On 09:53 by HERIVELTON MARCULINO   Sem comentários

O período da adolescência é bem estudado e abordado pelos meios de comunicação. A geração “teen” tem hoje roupas, revistas, livros e programas televisivos voltados especificamente para atender de forma satisfatória suas necessidades. O adolescente tem ideias próprias, observa o mundo e questiona valores. É imprescindível conversar, discutir as razões do seu pedido ou da sua ordem, fazer-se entender. Conversar sobre todos os assuntos é fundamental e, além disso, precisam de atenção dos pais e dos líderes que admira. Eles precisam e gostam de se sentirem assistidos, protegidos e queridos — nada dói mais do que entrar e sair de casa ou de uma igreja sem receberem um “Bom dia!” ou ouvirem “Como você está?” Eles gostam de serem admirados pelos acertos, ouvidos com atenção e respeitados em seus direitos e projetos de vida.

É bom conhecer algumas características gerais dos adolescentes em três áreas-chave:

· Mentais

- Razão: desenvolvimento total da mais alta faculdade humana, nos processos mentais: a razão. De acordo com o pastor Antonio Gilberto: ‘É ainda nessa idade que a mente atinge o mais elevado período intelectual, na fronteira dos 15 anos’.

- Insubmissão: questionam frequentemente a autoridade.

- Inquirição: interessam-se por aventura e descoberta; fazem julgamentos prematuros.

· Sociais

- Companheirismo: os ‘amigos’ são mais valorizados que a família.

- Referencial: espelham-se em pessoas famosas.

- Independência: querem ‘ser’ adultos para serem independentes dos adultos.

· Emocionais

- Emocionalismo: instabilidade emocional; as emoções oscilam da alegria extrema à tristeza.

- Devaneio: faltam-lhe o domínio das emoções, sonham e fazem tempestade em copo d’água.

- Humor: sentem-se bem quando podem chacotear. Nas responsabilidades o mau humor impera” (Marketing para a Escola Dominical, CPAD, p.59).

A paz do Senhor!

0 comentários:

Postar um comentário