2 de jun de 2013

On 06:18 by HERIVELTON MARCULINO   Sem comentários
03/06/2013
Palavra que edifica
Herivelton Marculino

Ele ficou triste no momento em que parou pra pensar sobre si mesmo: “Quem eu sou?”
“Ah! Por que, Senhor, eu sou assim? Tem tantas pessoas melhores que eu, mais legais, felizes. Acho que sou uma das mais tristes do mundo. Você não acha? Eu poderia ser mais bonito, porque eu sou desse jeito? Porque sou diferente? Eu nem sou rico pra fazer o que eu quero, nem sou pobre pra ganhar privilégios do governo. Olha o lugar onde moro... Eu queria estudar num lugar melhor, trabalhar pra ganhar muito dinheiro, mas olha eu aqui, sou um nada.”
Depois de tanta lamúria, começou a cantar... Não que estivesse feliz, mas porque sempre gostava de fazê-lo. Aqueles louvores despertaram a sua alma. E começou a pensar diferente:
“Eu nada mereço. O que seria de mim se não fosse a misericórdia do Senhor? De que me reclamo? Eu tenho saúde, um corpo perfeito, quantos estão enfermos e imperfeitos. Tenho comida e um lar confortável, quantos estão famintos, desabrigados, vivendo nas ruas. Tenho uma bela pátria, amigos, e bons amigos... e essas árvores (caso fossem dadas a toda humanidade) se tu me desse apenas uma folhinha eu não seria merecedor, desse mar verde de cana não mereço que tu me dê nem 1 grama de açúcar, Senhor, eu não mereço nada, eu nada fiz para merecer.
E o melhor, ah! Sim, a melhor parte, a salvação. Te agradeço, mesmo que não mereça, o teu Filho por mim entregasse na cruz. Pelo batismo com o Espírito Santo, teu Espírito que me consola, me fortalece em momentos difíceis. Agradeço-te, eu que nada valia e mudaste minha vida, me deste valor e hoje sou teu. Obrigado Senhor. ‘Oh meu Senhor dá-me mais gratidão por tudo o que fizeste por mim.’”
E você? Quem és?
A paz do Senhor!

0 comentários:

Postar um comentário